terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Hierarquia das idéias na linguagem - I

O cérebro lida, entre outras coisas, com a linguagem como maior espressão do ser. Aqui nós temos preocupação com o humano, e certas coisas estarão fundidas, por não se ter uma completa compreensão de como o cérebro funciona no seu todo para nos dar a idéia de que estamos conscientes. Nem vamos tentar discutir isto aqui e agora.

Hierarquia

A maior expressão de ordem e sequência é a hierarquia. Instituições militares, que precisam funcionar como um relógio e como um só corpo, utilizam a hierarquia, e até hoje não se achou sistema melhor que este. As empresas, as escolas e o governo funcionam sob este princípio, que quando rompido provoca a implosão da instituição como um todo. Em nossa casa precisamos de hierarquia, pois se não ela gera membros doentes socialmente.

Resumo gráfico

Um diagrama será a melhor forma de introduzir o nosso estudo:



A direção da leitura é vertical, e o sentido de baixo para cima. A medida em que subimos os contextos das idéias se tornam mais abstratos. Não existe contradição na representação do Espírito ao nível do corpo, pois ele é bem concreto quando tratamos do ser humano completo. O cérebro também inclui o Espírito em sua forma de entender o mundo. Em proporções variáveis, TODO HOMEM TEM FÉ EM ALGUMA COISA. Este Espírito é a ligação do nível Corporal com o Supra-abstrato na linguagem do homem, e aqui incluímos os homens que crêem e os que não crêem, pois este é um diagrama geral.

 Nível do Corpo

O Corpo é a primeira referência da criança para entender o mundo. A partir dele ela aprende o que é longe e o que é perto, distância, altura, esquerda e direita, em cima e em baixo. Ou seja, o Corpo dá a primeira dimensão de espaço e geometria. Como nível mais concreto das idéias da linguagem, os conhecimentos a partir dele vão dar todo o subsídio para "medir" o mundo, e estes conhecimentos não são facilmente questionáveis.

Nível da Casa

Representamos a Casa antes da Família porque essa é mais concreta do que a Família. A Casa é um recipiente com formas visíveis bem definidas e o primeiro local geométrico para conter o ser humano. O primeiro local físico de acondicionamento do ser humano é a Casa. Somos seres físicos, e o lugar onde moramos vai nos influenciar em demasia. É para isto que ele olha grande parte do seu tempo. E as idéias que o ser vai ganhar com a Casa são dentro e fora. Vamos também nos comparar à Casa em forma e em tamanho.

Nível da Família

A Família contém conceitos muito claros, como Pai, Mãe, Irmãos. E ela trás algo muito importante para a descoberta de um ser humano que se achava único: a idéia de OUTRO. Na compreensão incompleta ou distorcida deste conceito é que residem os problemas sociais e de convivência, desde as brigas até as perversidades. Neste nível incluímos, grosso modo, os amigos e colegas, também espécies de OUTRO.

Nível do ambiente

Neste nível estão idéias fora da Casa, como tudo o que está fora da Casa, como o traçado das ruas por onde caminhamos, instituições, o tempo (no sentido meteorológico), a cidade o estado e o país, situando o ser humano cada vez em contextos mais extensos, até finalmente dar no planeta e no universo.

Nível do abstrato

Neste nível estão os conceitos e idéias, característicos de uma maturidade do ser: a capacidade de descrever interna e externamente, em linguagem, o que vê e o que sente.

Nível do supra- abstrato

Neste nível estão as redes neurais conceituais resultantes do intercruzamento dos conceitos abstratos, deduções e inferências, planejamento e compreensão do que não se vê. Este nível representa o patamar do ser humano evoluído mentalmente e mais adaptado ao meio em que vive.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua para discussão com críticas e sugestões, mas dentro do assunto.

Postar um comentário